Empresa no Alentejo pretende transformar lã em fertilizantes biológicos.

Uma empresa em Castelo de Vide pretende desenvolver um projeto que prevê a transformação da lã de ovinos e caprinos em fertilizantes biológicos para o solo, na forma de ‘pellets’.

O projeto visa aproveitar a lã dos animais de abate transformando-a. A lã será inicialmente triturada aos bocadinhos numa máquina. Depois será compactada a alta pressão e higienizada a uma temperatura de 100 graus. O produto pode ser aplicado diretamente no solo mas o ideal é fazer uma pequena lavoura.

A empresa encontra-se nesta fase a obter os respetivos licenciamentos e espera obter a certificação de produto sustentável e biológico.

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) está a desenvolver um estudo para que a empresa possa obter o certificado para o uso da lã no solo.

Leia aqui o artigo completo e conheça mais sobre este projeto, denominado “Boa Terra”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PortugueseSpanishEnglish

Menu Principal